Um trabalhador birmanês confessou, esta quinta-feira, o homicídio dos dois turistas britânicos na ilha Koh Tao, no sul da Tailândia, revelaram as autoridades, citadas pelo Daily Mail.

David Miller, de 24 anos e Hannah Witheridge, de 23, foram encontrados mortos, com ferimentos na cabeça, no dia 15 de setembro, a 100 metros do bungalow que tinham alugado e uma enxada foi encontrada próximo dos corpos.

De acordo com a polícia, o homem que confessou o crime ainda não foi preso, mas está detido e aguarda os resultados dos testes de ADN.

«Três trabalhadores birmaneses foram detidos e foi recolhido DNA para testes. Durante a investigação, um dos trabalhadores admitiu ter matado os dois estrangeiros», revelou o tenente Jaktip Chaijinda, acrescentando que «a investigação tem avançado consideravelmente».

Segundo a polícia, os resultados dos testes de AND devem estar prontos «em 14 horas».