Manifestantes que protestavam em frente ao Palácio da Guanabara, a sede do Governo do Estado do Rio de Janeiro, envolveram-se esta noite em confrontos com a polícia.

Os agentes lançaram bombas de gás lacrimogéneo e balas de borracha para dispersar os manifestantes, segundo a imprensa brasileira. Mais cedo, outros confrontos foram registados no centro da cidade, principalmente depois de uma pessoa ter atirado pedras contra a Igreja da Candelária.

Houve protestos em cidades de todos os 27 estados brasileiros na quinta-feira, um «Dia Nacional de Luta» convocado por oito centrais sindicais. Segundo a imprensa brasileira, mais de 150 cidades tiveram manifestações que reuniram mais de cem mil pessoas.