Shubham Banerjee tem apenas 13 anos, mas é já um sucesso. O estudante da Califórnia ficou chocado com o preço das impressoras braille e lançou uma startup, a Braille Labs, para desenvolver dispositivos lowcost.

Tudo começou quando Shubham perguntou aos pais «como é que as pessoas cegas conseguem ler».

«Vai ver no Google», responderam-lhe os pais e o jovem iniciou a sua pesquisa.

Chocado com os preços - as impressoras Braille custam mais de dois mil dólares (cerca de 1700 euros) - Shubham usou o projeto da Feira de Ciências da escola que frequenta para criar uma impressora Braille com um kit de robótica Lego.

«Achei que [as impressoras] não deviam ter preço. E sei que há uma maneira simples de fazer isso», afirmou Shubham à AP enquanto demonstrava como a impressora, construída com um kit Lego Mindstorms EV3 na mesa da cozinha, funcionava.

Recentemente, a Intel Corp investiu na startup de Banerjee, para alegria do jovem empreendedor.