O Exército de Libertação Popular da China vai realizar exercícios com fogo real perto da fronteira com a Birmânia, onde persiste o conflito entre a guerrilha da etnia kokang e as forças armadas daquele país, informou esta segunda-feira a Xinhua.

A agência oficial chinesa, que cita fontes militares não identificadas, indica que as manobras vão ter início na terça-feira, na província de Yunnan, mas sem facultar mais detalhes nomeadamente sobre o tipo de artilharia que vai ser utilizada.

O anúncio surge depois de uma série de incidentes no quadro do conflito étnico, que obrigou a Birmânia a declarar, em fevereiro último, o estado de emergência na região de Kokang, ter afetado diretamente território chinês.