Quatro homens fugiram da prisão de Friedrich-Olbricht-Damm, em Berlim, na Alemanha. A fuga foi noticiada nesta quinta-feira, apesar de a data da evasão não ser conhecida. Os prisioneiros conseguiram escapar através das ranhuras da ventilação.

De acordo com o jornal BZ, as autoridades locais já iniciaram buscas aos quatro fugitivos, que cumpriam pena por assalto e roubo. Os homens terão fugido pela oficina de automóveis, localizada nos terrenos da prisão alemã Plötzensee, através de um buraco feito na parede.

Eles terão conseguido abrir as fendas de segurança na sala da ventilação e passar uma cerca de arame farpado. Quanto às ferramentas que utilizaram para concretizar a fuga, ainda são desconhecidas. Mas cabos cortados, material de construção e roupas foram encontrados do lado de fora da parede exterior da prisão.

As buscas estão a ser feitas pela polícia, que prefere não comentar os detalhes da operação.

Como reporta o BZ, o Departamento de Justiça ainda não avançou qualquer informação acerca do perigo que os fugitivos representam. A identidade dos homens também não foi tornada pública.

Atualmente, 362 reclusos estão a cumprir pena na prisão de Plötzensee. Durante a era nazi, a instituição tornou-se conhecida por ter sido o lugar onde aproximadamente 3000 pessoas foram executadas por oposição ao regime.