Todos os seis detidos na quinta-feira em Bruxelas, no âmbito de ameaças de ataques terroristas durante as comemorações do Ano Novo, foram libertados depois de serem ouvidos, segundo a Procuradoria Federal da Bélgica.

A mesma fonte informou não adiantar, por agora, mais informações sobre o processo das pessoas detidas.

Os indivíduos foram detidos em operações policiais em várias zonas da capital belga, nomeadamente em Molenbeek, Anderlecht, Laeken e Woluwe-Saint-Pierre.

Na quinta-feira à noite já tinham sido libertados três homens, com o juiz de instrução a decidir prolongar por outras 24 horas a detenção dos restantes, que esta sexta-feira acabaram também por sair em liberdade.

As autoridades decidiram cancelar, na quarta-feira, o tradicional fogo de artifício de fim de ano, em Bruxelas. 

Um dia antes, o nível de alerta devido a ameaça terrorista tinha sido elevado de dois para três numa escala de quatro.