Uma bomba explodiu, esta segunda-feira de manhã, em Bruxelas, na Bélgica.

Um carro destruiu as grades do Instituto de Criminologia, no norte da capital belga, e um ou mais alegados atacantes fizeram explodir uma bomba junto dos laboratórios, segundo a descrição da RTL, citada pela Reuters. 

O ataque ocorreu pelas 03:00, não provocando vítimas, já que a essa hora o edifício estava vazio. Os danos materiais são, no entanto, significativos. 

As causas da explosão não foram ainda apuradas, mas o porta-voz dos bombeiros belgas Pierre Meys disse que “provavelmente não foi acidental”.

“A explosão foi muito forte. As janelas do laboratório foram projetadas a dezenas de metros de distância”, disse Pierre Meys.

O instituto de criminologia de Bruxelas é uma instituição científica que pertence à justiça federal belga. Uma das suas tarefas é analisar e identificar vestígios suspeitos.

Cinco detidos para interrogatório

 O Ministério Pública de Bruxelas anunciou, logo às primeiras horas, que ia investigar as causas de uma explosão ocorrida na madrugada de hoje na sede do Instituto Nacional de Criminologia da capital belga. 

O Ministério Público de Bruxelas confirmou que houve uma explosão naquele centro, situado em Neder-Over-Heembeek, na zona norte da cidade, e que foi iniciada uma investigação para “determinar a natureza da mesma”, indicou a agência de notícias belga.

Entretanto, o procurador fez saber, através do porta-voz, que "cinco pessoas foram detidas e estão a ser ouvidas" na sequência da explosão, de acordo com citação da Reuters.