Hong Kong registou a primeira morte de uma criança devido à estirpe da gripe H3N2, foi hoje anunciado.

A menina, de um ano, apresentava febre na terça-feira, tendo dado entrada no hospital Tseung Kwan O no dia seguinte, de acordo com a Rádio e Televisão Pública de Hong Kong (RTHK).

Mais de 240 pessoas morreram na antiga colónia britânica desde o início do ano devido à estirpe da gripe H3N2, na sua maioria idosos.

O pediatra Wilson Fung, antigo vice-presidente da Associação Médica de Hong Kong, realçou a necessidade de as crianças serem vacinadas o mais rapidamente possível para minimizar a gravidade da gripe, mesmo que as vacinas que visam combater sobretudo o tipo H3N2 não estejam disponíveis antes de abril.