Os países «não podem alcançar o desenvolvimento sustentável enquanto se travam conflitos e se violam direitos humanos», afirmou, este sábado, o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, na abertura da cimeira do G77 + China.

Na sua intervenção durante a sessão inaugural do encontro, que reúne representantes do grupo de países mais numeroso no seio da ONU, Ban Ki-moon destacou a importância de atingir um equilíbrio entre «as necessidades dos povos e as do planeta».

«Os países não podem alcançar o desenvolvimento sustentável enquanto se travam conflitos e se violam os direitos humanos, se descuida a boa governação e o Estado de Direito e enquanto a desigualdade e a injustiça alimentam a instabilidade», afirmou.