As autoridades judiciais da República Dominicana emitiram um mandado de captura de três franceses, incluindo o eurodeputado Aymeric Chauprade, pela sua participação na fuga do país de dois cidadãos da França condenados à prisão por tráfico de droga.

Os outros dois franceses visados pelo mandado de prisão internacional são Christophe Naudin, criminologista e especialista em segurança aérea, e Pierre Malinowski, assistente parlamentar em Estrasburgo de Jean-Marie Le Pen, antigo presidente do partido de extrema-direita Frente Nacional.

Segundo o procurador-geral, Francisco Dominguez Brito, o mandado internacional foi emitido depois de “as autoridades dominicanas terem apresentado provas do seu presumível envolvimento na fuga” dos dois pilotos franceses.