O espaço aéreo em Londres foi fechado, esta sexta-feira à tarde, na sequência de uma falha nos computadores, segundo informaram controladores aéreos, citados pela BBC. As autoridades aeroportuárias britânicas indicaram entretanto que o espaço aéreo foi reaberto, e que a avaria foi resolvida, mas alertam para restrições nos voos até ao final da tarde.  Com o sistema informático totalmente reposto, está aberto o processo para normalização da atividade aérea, após uma falha elétrica ter levado à rutura do sistema informático e ao encerramento das operações nos aeroportos, pela impossibilidade de os controladores aéreos permitirem a aterragem ou descolagem de qualquer avião. 

Cabe agora aos aeroportos, em especial aos de Londres, regularizar a situação, pontuada neste momento por grandes atrasos. A informação de que o espaço aéreo estava fechado foi veiculada em comunicado no site de segurança aérea Eurocontrol, com a confirmação por parte do s controladores aéreos britânicos de um «problema técnico» no Centro de Controlo de Swanwick, em Hampshire.
  Num comunicado, os controladores avançaram que «todas as ações possíveis» e protocolos de contingência foram tomados para revolver esta situação, considerada uma emergência.

O aeroporto de Heathrow apenas informa que de momento os aviões estão com alguns atrasos, e o aeroporto de Gatwick adianta que alguns aviões já receberam autorização para descolar.