O piloto de um voo doméstico, entre uma cidade sueca e Estocolmo, viu-se obrigado a rebentar com a porta da casa de banho, já que um passageiro se recusava a sair de lá.

O incidente ocorreu na quarta-feira. Faltavam dez minutos para o avião aterrar e um homem estava na casa de banho. Mandam as regras de segurança dos aviões que, no momento em que se inicia a aterragem, todos os passageiros estejam sentados e com cinto.

Perante a falta de resposta do homem aos pedidos para abandonar o WC, o piloto tomou uma decisão radical. Pegou num machado e rebentou com a porta.

Já em terra, o homem, com cerca de 50 anos e aparentemente embriagado, foi entregue à polícia e, mais tarde, à esposa, de acordo com o jornal The Local.

O passageiro vai agora responder em tribunal por um crime contra as leis da aviação e pode apanhar seis meses de prisão.