A Malaysia Airlines apresentou um plano a pedir para voar a 10,668 quilómetros de altitude em todo o espaço aéreo da Ucrânia, mas o controlo de tráfego aéreo ucraniano indicou que voasse a 10.058 quilómetros ao entrar no país, afirma a companhia aérea em comunicado.

«O MH17 apresentou um plano de voo a pedir para voar a 35.000 pés [10.668.000 metros] em todo o espaço aéreo ucraniano. Isto é perto da altitude «ideal», refere a companhia aérea, citada pela agência Reuters.

«No entanto, a altitude de uma aeronave em voo é determinada pelo controlo de tráfego aéreo no chão. Ao entrar no espaço aéreo ucraniano, o MH17 foi instruído para voar a 33.000 pés [10,058 metros]», acrescenta a mesma companhia.

O voo MH17 da Malaysian Airlines, que fazia a ligação de Amsterdão para Kuala Lumpur, terá sido abatido, quinta-feira, na Ucrânia, junto à fronteira com a Rússia.