A empresa holandesa Fugro Survey foi escolhida para continuar as missões de busca submarina do Boeing 777 da Malaysia Airlines desaparecido desde 08 de março quando ligava Kuala Lumpur a Pequim, revelaram esta quarta-feira os responsáveis pelas operações.

A Fugro Survey vai recorrer a dois navios, ambos equipados com veículos submarinos de águas profundas e pessoal treinado nestas operações para prosseguir o rastreio no fundo do mar no oceano Índico, onde se acredita que o avião, que voava sob o número MH370, se despenhou.

As autoridades australianas indicaram que as buscas irão prolongar-se por 12 meses e permitirão rastrear 60.000 quilómetros quadrados.