Dois aviões da companhia regional canadiana Porter Airlines foram forçados a aterrar de emergência, no domingo, devido ao aparecimento de fumo na cabine nos dois aparelhos, informaram os media canadianos.

O voo da Porter Airlines, que partiu na manhã de domingo de Toronto com destino a Washington, teve que ser desviado para o aeroporto da pequena cidade de Williamsport, na Pensilvânia (nordeste dos EUA), segundo informaram as televisões. Os 66 passageiros desembarcaram sem incidentes e aguardaram por uma outra aeronave para poderem rumar ao destino.

Já ao final do dia, foi a vez do voo da Porter Airlines com destino a Sudbury (Ontário) protagonizar uma aterragem de emergência no aeroporto Pearson de Toronto, poucos minutos após a descolagem de Bishop, no centro da metrópole canadiana, de acordo com uma jornalista da Radio-Canada, que seguia a bordo.