«Acabou», terá dito um dos agentes quando os homens abandonaram o edifício, segundo um canal de televisão flamenco.   

Os homens entregaram-se às autoridades. Saíram do edifício com as mãos na cabeça.

Inicialmente foi anunciado de que esta era uma situação de sequestro levada a cabo por quatro homens armados com kalashnikovs, mas, as autoridades não confirmam a existência de armas e há dúvidas de que efetivamente existisse um refém.

Um vizinho foi mais longe e disse também à cadeia de notícias inglesa que «o incidente está ligado a 100 por cento ao tráfico de droga».

 

Este é o segundo caso do género naquela cidade belga desde outubro.