O governador do Texas, Greg Abbott, confirmou, este domingo, a morte de pelo menos 26 pessoas, na sequência de um tiroteio numa igreja batista naquele estado dos Estados Unidos. Vinte e três pessoas foram encontradas mortas dentro da igreja, duas fora do edifício e uma morreu já no hospital.

Além das vítimas mortais, pelo menos 20 pessoas foram transportadas ao hospital. Freeman Martin, responsável pelo departamento de segurança regional, adianta que as idades das vítimas, sem precisar se falava dos mortos se dos feridos, ia "desde os cinco aos 72 anos".

De acordo com as autoridades um homem entrou na Igreja Batista de Sutherland Springs, cerca das 11:30 locais (17:30 de Lisboa), em plena hora de culto, e abriu fogo sobre a multidão.

À hora em que o homem entrou na igreja, estariam no culto pelo menos 50 pessoas.

As autoridades do Texas não confirmam ainda a identidade do suspeito. Descrevem-no como "um homem branco, na casa dos 20 anos". Vestia um fato militar e foram encontradas várias armas no carro em que se deslocava. 

De acordo com a CBS News e com o jornal New York Times, trata-se de Devin Patrick Kelley, um jovem na casa dos 20 anos e que terá estado na Força Aérea, de onde terá sido expulso há três anos. Mas são informações não confirmadas oficialmente pelas autoridades.

De acordo com o New York Times, o jovem não era da cidade e nem sequer do condado. Vivia também no Texas, mas em New Braunfels, no condado de Comal.

Devin terá frequentado uma espécie de catequese para adultos, em 2013, numa igreja das redondezas de Sutherland Springs.

Sabe-se muito pouco sobre as suas motivações, mas o governador do Texas adianta que poderá ter-se tratado de um caso de ódio religioso. Além da formação religiosa que tinha recebido, nas redes sociais, era seguidor de páginas ligadas ao ateísmo.

Nos últimos tempos, tinha deixado alguns posts perturbadores nas redes sociais. Um deles era a imagem de uma metralhadora, pousada num sofá, acompanhada da legenda “ela é uma cabra”.  

Devin terá morrido, pouco depois do tiroteio. De acordo com as autoridades, foi atingido a tiro por um popular. Após o disparo, largou a arma e fugiu de carro e acabou por se despistar e embater com o carro. O seu corpo foi encontrado dentro da viatura. Não se sabe se morreu na sequência do tiro, se por causa do acidente ou se se matou.

Vários elementos das autoridades foram chamadas ao local, incluindo o FBI e os Texas Rangers.

Donald Trump já reagiu, através do Twitter, assegurando que está a acompanhar a situação à distância, já que está em visita oficial ao Japão. 

Frank Pomeroy é pastor na igreja, mas não estava na cidade quando aconteceu o ataque. O pastor contou à CNN que a filha Annabelle, de 14 anos, está entre as vítimas mortais. 

De acordo com a CBS News, entre os feridos, encontra-se um rapaz de seis anos que terá sido baleado quatro vezes.

Sutherland Springs fica a cerca de 50 quilómetros de Santo António e tem cerca de 400 habitantes.