O jornal satírico francês Charlie Hebdo anunciou, esta quarta-feira, que vai lançar uma edição especial para assinalar o primeiro aniversário do atentado, que fez 12 mortos.

A edição especial, composta por 32 páginas – com uma seleção de caricaturas de cartoonistas que morreram no ataque e dos que integram atualmente a redação, e mensagens de apoio – vai ser publicada na próxima quarta-feira, dia 06 de janeiro, prevendo-se que estejam nas bancas, na véspera do primeiro aniversário do atentado, quase um milhão de exemplares.

A 07 de janeiro de 2015, dois homens armados atacaram os escritórios do Charlie Hebdo, em Paris, provocando 12 mortos, num incidente que ocorreu depois de o jornal publicar um número especial sobre as primeiras eleições na Tunísia após a destituição do presidente Zine el Abidine Ben Ali, ganhas pelo partido islamita Ennahda, no qual o profeta Maomé era o “redator principal”.