Três ataques bombistas mataram pelo menos 10 polícias, esta segunda-feira, no Afeganistão, avança a Reuters. Os talibãs já reivindicaram dois dos atentados.

O mais mortal ocorreu na província de Logar, quando um bombista suicida se fez explodir numa esquadra, vitimando sete polícias.

Já na província de Nangarhar, três polícias morreram quando uma bomba colocada num veículo explodiu.

A terceira bomba foi colocada num canteiro de flores perto de uma universidade de Cabul, sendo que este ataque não foi ainda reivindicado. Três pessoas ficaram feridas.

Já este domingo, um bombista suicida talibã fez-se explodir numa sede da polícia, na capital afegã, causando um morto.

A violência contra as forças de segurança tem aumentado com a retirada das tropas internacionais.

Um comandante norte-americano que está no Afeganistão disse recentemente que o número de vítimas entre as forças afegãs «não é sustentável».