Um ataque com um carro armadilhado provocou, esta quarta-feira, pelo menos cinco mortos e 39 feridos num quartel da Turquia.

O carro-bomba destruiu parte do edifício onde estão instaladas as famílias de agentes da polícia de Diyarbakır, no sudeste da Turquia. A violência da explosão destruiu parte de uma parede e fez colapsar uma casa.
 
Duas pessoas morreram nas instalações das polícias e três dentro da casa.

Depois da explosão, seguiu-se uma troca de tiros entre as forças de segurança e vários homens armados. O ataque foi levado a cabo por rebeldes curdos.