Dois guardas de fronteira da polícia tailandesa morreram e outros três ficaram feridos com gravidade no sul da Tailândia após ser alvejados por alegados militantes muçulmanos, revelou a polícia local.

O assalto aconteceu numa estrada do distrito de Saiburi, na província de Pattani, quando os agentes circulavam numa carrinha, explicou o chefe local da polícia, Panya Karavanant, ao diário «Bangkok Post».

Os atacantes abriram fogo com armas automáticas a partir de outra carrinha contra os polícias que conseguiram, ainda assim, responder ao ataque, acrescentou Panya Karavanant.