Pelo menos 14 pessoas morreram e outras oito ficaram feridas esta segunda-feira em Cabul após um bombista suicida ter detonado explosivos perto de um miniautocarro, na estrada principal para a cidade de Jalalabad, em que viajavam agentes de segurança, informaram fontes oficiais.

O ataque aconteceu de madrugada na capital afegã, quando o atacante detonou os explosivos contra o autocarro em que viajavam os guardas, disse à agência de notícias Efe o chefe de departamento de Emergência da Polícia do Ministério do Interior afegão, Homayoon Aini.

Catorze mortos e oito feridos no ataque terrorista de hoje em Cabul, segundo informações iniciais”, assegurou, na sua conta de Twitter, o porta-voz do Ministério do Interior, Sediq Sediqqi, acrescentando que a polícia está agora a tentar identificar as vítimas.

O autocarro transportava guardas nepaleses, de acordo com um operador de câmara da agência de notícias AFP, que também indicou que mais de duas dezenas de ambulâncias estavam no local.