A última edição do jornal satírico francês Charlie Hebdo está a ter um interesse especial para os colecionadores.

Segundo a CNN, menos de 24 horas depois do atentado terrorista que vitimou 12 pessoas, na sua maioria jornalistas e cartoonistas do jornal satírico, já foram colocadas à venda no E-bay pelo menos sete cópias.

A oferta mais alta é de 100 dólares (85 euros), mas o leilão só acaba dentro de três dias. Para quem quiser comprar já, sem ir a leilão, os preços variam entre 190 a 595 dólares (161 a 505 euros).

A última edição, que inclui um cartoon já considerado premonitório, foi publicada no dia anterior ao ataque.