«Três homens armados disparam contra os oficiais de serviço indiscriminadamente. Quatro funcionários morreram no local e outro sucumbiu aos feridos já no hospital», disse o chefe da polícia de Kohat, Sohaib Ashraf, à AFP.