A jornalista do canal alemão Deutsche Welle Julieth González Therán, que está a fazer a cobertura do Mundial na Rússia, estava em pleno direto, na última sexta-feira, quando foi agarrada em beijada por um adepto. O homem acabou por fugir.

A jovem jornalista manteve a compostura e continuou o direto, como se nada tivesse acontecido, mas, mais tarde, no Instagram, divulgou o vídeo e pediu “respeito”.

Nós não merecemos este tratamento. Somos igualmente profissionais e merecemos [respeito]. Eu partilho da alegria do futebol, mas temos de impor limites entre afeto e assédio.”

 

O Deutsche Welle é uma empresa pública de radiodifusão da Alemanha, que transmite conteúdos radiofónicos e televisivos em mais de 30 línguas. Julieth González Therán é colombiana e trabalha para o canal em língua espanhola.

Depois do incidente, a jornalista contou ao Deutsche Welle que esteve “durante duas horas” a preparar o direto, sem ter sofrido qualquer incómodo ou interrupção.

Quando entrámos em direto, este adepto tirou vantagem da situação. Mais tarde, quando tentei procura-lo, ele já se tinha ido embora.”

Apesar de o vídeo já estar a correr mundo, o homem que assediou a jornalista ainda não foi identificado.