O autor dos disparos contra a Casa Branca em novembro de 2011 foi condenado a 25 anos de prisão por terrorismo e assalto com armas, bem como a uma multa de 94.000 dólares (68.250 euros), para pagar os danos causados no edifício.

Oscar Ramiro Ortega Hernández, de 23 anos, foi inicialmente acusado de tentar assassinar o Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, relativamente ao qual teria uma obsessão, segundo documentos judiciais, mas essa acusação foi retirada.

Hernández, natural do estado de Idaho, foi detido seis dias depois do ocorrido num hotel perto de Indiana, após uma intensa operação de busca por parte das autoridades federais.