O menino britânico Ashya King vai receber tratamento para o seu tumor cerebral na República Checa, obtida a autorização do hospital britânico ao cuidado do qual se encontrava, e de onde foi retirado pelos pais.

Em Espanha, a polícia libertou na terça-feira os pais do menino de cinco anos, depois de estes terem sido detidos no país, no âmbito de um mandado de captura.

Isso aconteceu na sequência de terem levado o filho do Hospital Universitário de Southampton sem o consentimento dos médicos, devido a dúvidas quanto ao tratamento que lhe estava a ser ministrado.

Outro filho do casal, Daniel King, disse à estação televisiva BBC que na terça-feira tinha visto o irmão, que agora está a ser tratado num hospital em Málaga, no sul de Espanha, e que este está fisicamente «bem«, mas «emocionalmente muito confuso».