Um atentado suicida perpetrado hoje próximo de uma manifestação política, antes das eleições, em Islamabad, Afeganistão, provocou pelo menos dois mortos e quatro feridos, informaram as autoridades locais.

O ataque foi reivindicado pelo grupo terrorista autoproclamado Estado Islâmico.

"A explosão visou o protesto político organizado pelos partidários de um candidato" desqualificado pela comissão eleitoral nas eleições parlamentares a serem realizadas em outubro, disse à AFP o porta-voz do governador da província de Nangarhar, Attaullah Khogyani.

O ataque acontece quase uma semana depois de um novo cessar-fogo proposto pelo Presidente Ashraf Ghani aos talibãs, que ainda não deram resposta.