O primeiro-ministro ucraniano, Arseni Iatseniouk, pediu na quarta-feira ao ocidente para não levantar as sanções contra a Rússia, no seu discurso na Assembleia-geral das Nações Unidas.

«Pedimos aos nossos parceiros para não levantarem as sanções até que a Ucrânia recupere o controlo de todo o seu território», disse Arseni Iatseniouk, denunciando uma vez mais a «invasão» russa no leste ucraniano.

Horas antes, o Presidente norte-americano Barack Obama tinha dito na Assembleia-geral da ONU que os ocidentais iriam levantar as sanções se a Rússia escolhesse «o caminho da diplomacia e da paz».