A Organização para a Interdição de Armas Químicas (OIAC) anunciou este domingo que recebeu, dentro do prazo, o programa de destruição do arsenal químico solicitado à Síria.

«A OIAC confirma que a República Árabe Síria [lhes] submeteu na quinta-feira, 24 de outubro, a declaração inicial formal do seu programa de armas químicas», indicou a Organização em comunicado citado pela France Presse, sublinhando que «a Síria cumpriu o prazo», que terminava hoje.

Esta declaração «permite estabelecer o plano para uma destruição sistemática, integral, e proceder à verificação integral de armas químicas declaradas, bem como de instalações de produção e armazenamento», acrescentou a OIAC, sediada em Haia, na Holanda, cita a Lusa.