Um menino argentino, com uma perna amputada, emprestou uma das suas muletas a um amigo para que ambos pudessem ver o jogo de futebol em que o futebolista Diego Milito se despediu das quatro linhas. A fotografia emocionou as redes sociais, dado o exemplo de companheirismo.

O dono das muletas é Santiago Fretes, tem 10 anos e devido a uma malformação genética teve de amputar uma perna. No entanto, isso não o impede de jogar futebol no Club Unión de Del Viso, na cidade de Pilar (a 58 quilómetros de Buenos Aires), onde mora.

O episódio aconteceu durante um jogo entre o Racing e o Temperley, que marcou a despedida do avançado Diego Milito.

Eu estava a ver o Milito a jogar, mas o meu amigo não conseguia ver, estava a saltar para tentar ver por cima do muro. Então emprestei-lhe uma das minhas muletas para ele subir”, contou Santiago ao jornal El Argentino Zona Norte.

 

Santiago está à espera de uma prótese há mais de um ano. O Ministério da Saúde já contactou a família da criança para realizar a operação, mas algumas burocracias e a mudança de Governo ainda não permitiram que o problema de Santiago fosse resolvido.

Ainda assim, Santiago não se coíbe de brincar como todos os outros meninos, como explicou a mãe de Santiago ao El País.

Santiago não tem nenhum impedimento: anda de bicicleta, a cavalo, faz de tudo. De vez em quando magoa-se, mas levanta-se e segue.

A progenitora acrescentou que Santiago nunca ficou deprimido com a sua situação e que é um excelente aluno na escola. 

“Nasceu assim e aprendeu a viver. Até agora, e graças a Deus, nunca ficou deprimido, e não só no desporto, mas também na escola, onde tem boas notas, menos a inglês.”