As autoridades sauditas mandaram fechar esta terça-feira todas as escolas na região de Najran, perto da fronteira com o Iémen.
 
O governo saudita não adiantou, segundo a Reuters, razões para esta tomada de decisão, mas, de acordo com a agência noticiosa, os rebeldes hutis supostamente apoiados pelo Irão dispararam vários mísseis para o lado saudita da fronteira.
 
A Arábia Saudita lidera há mais de um mês uma coligação árabe para repor o poder do presidente Hadi, exilado naquele país vizinho.
 
A Arábia Saudita tem atingido, através do ar, vários alvos dos rebeldes, mas ainda na segunda tinha admitido um segundo cessar-fogo por questões humanitárias.
 
Já esta terça-feira foi noticiado que um avião civil foi alvo de um bombardeamento no aeroporto da capital iemenita Sanaa.