As tempestades e os tufões, que arrasam com tudo à sua passagem e deixam um rasto de mortes, podem tornar-se mais frequentes nas próximas décadas.

O alerta é deixado por um estudo americano publicado na «Proceedings of the National Academy of Science», que usou um simulador para testar a frequência de fenómenos naturais como aqueles que aconteceram no México e no Colorado, nos Estados Unidos, nas últimas semanas.

O estudo chama a atenção de que em 2070, as tempestades podem acrescer em 40 por cento nos Estados Unidos.



De acordo com os investigadores, a chave para perceber (e solucionar) este problema passa por compreender até que ponto o ar quente que vai para a atmosfera influencia o aquecimento da água em estado gasoso que desencadeia as tempestades.

A solução, essa, há muito que é conhecida. Passa pelo aumento do uso de combustíveis verdes, menos nocivos para a atmosfera.