"É evidente que com a gravidade da crise síria precisamos de recorrer a todas as soluções, mas uma delas, que seria desejável de meter em prática, seria um mega programa de reinstalação (de refugiados), envolvendo não apenas na Europa, mas todos os países do mundo disponíveis para cooperar", disse à agência Lusa António Guterres.




"A educação e o acesso ao mercado de trabalho, para que os sírios que vivem nesses países possam ter melhores condições e diminuir a pressão para movimentos secundários. Ao mesmo tempo, no interior da própria Europa, é importante colocarem em prática um mecanismo de receção eficaz", defendeu.














Governo português anuncioucandidatura de António Guterres