Mais de 160 pessoas ficaram feridas com engenhos pirotécnicos nas Filipinas quando o país preparar a chegada do novo ano, revelou hoje o Governo do país.

Um rapaz de 14 anos que perdeu a mão direita e um idoso que ficou ferido num olho são os mais graves entre o registo do departamento governamental de saúde, explicou um dos seus responsáveis, Eric Tayag.

A mesma fonte acrescentou que um rapaz de cinco anos perdeu o dedo indicador direito ao manusear fogo-de-artifício.