Uma mulher armada e perigosa, descrita pela polícia como uma "assassina a sangue frio", está a ser procurada em vários estados norte-americanos, depois de ter deixado um rasto de crime entre o Minnesota e a Florida.

Ann Riess, 56 anos, é suspeita de matar o marido na própria casa e uma mulher com a qual tinha semelhanças físicas para lhe roubar a identidade.

Desde 23 de março que a alegada homicida é procurada no Minnesota, depois de a polícia ter encontrado o corpo do marido, ao qual terá, ainda, roubado cerca de 11 mil dólares.

A ligação ao homicídio de Pamela Hutchinson, de 59 anos, na Florida ocorreu na sexta-feira, depois de o corpo da mulher ter sido encontrado em Fort Myers. As duas vítimas foram mortas com a mesma arma.

Ann Riess estará já no Texas, de acordo com as autoridades, que falaram aos jornalistas em conferência de imprensa.

O sub-cherife de Lee County, Carmine Marceno, alertou, então, que a mulher está armada, é perigosa e deverá voltar a matar.

Esta mãe de três filhos e avó de um neto é considerada uma “assassina a sangue frio”, “calculista e focada”, com historial de problemas de jogo, acrescentou.

De acordo com a polícia, o modus operandi desta mulher passa por fazer-se amiga de mulheres com as quais tem parecenças para depois roubar-lhe a identidade.

As autoridades divulgaram, entretanto, imagens da suspeita, depois de um encontro com Pamela Hutchinson, dias antes desta ser encontrada morta.

Além da identificação, Ann Reiss terá roubado o carro da vítima e cartões de crédito, e é precisamente este veículo que a polícia tenta agora localizar.