A Alemanha está pronta para ajudar a Turquia a conseguir o acesso à União Europeia, afirmou Angela Merkel, este domingo, noticia a Reuters. No entanto, esta ajuda chega com uma contrapartida: a Turquia terá de ajudar a travar fluxo de refugiados sírios que tentam entrar na Europa.

“Como podemos organizar o processo de adesão para que se torne mais dinâmico?”, questionou Merkel durante uma conferência de imprensa com o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu.

 “A Alemanha está preparado para abrir o capítulo 17 [dedicado à política económica e monetária], e preparar os 23 e 24 [relativos às liberdades fundamentais e justiça]. Podemos discutir os detalhes”.


Perante as declarações de Merkel, Davutoglu mostrou a sua satisfação por um “melhor planeamento” da União Europeia na questão dos refugiados.

A chanceler alemã vai reunir-se ainda com o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.