teve intenção de destruir o avião



o copiloto terá sofrido de depressão e que um esgotamento nervoso, em 2009, terá estado na origem da interrupção da formação na escola da Lufhtansa









Um amigo afirmou que o copiloto era obsessivo e teria morrido se não tivesse conseguido o sue objetivo.

«Sempre foi muito obsessivo, queria ser piloto acima de tudo, mas agora tinha conseguido o que sonhava. Que razão terá para fazer isto?»

A casa dos pais do copiloto, em Mantabur, confirmou isto mesmo: estava forrada com fotografias de aviões e emblemas da Lufthansa. 

Quer a moradia dos progenitores, quer a habitação de Lubitz em Dusseldorf, foram alvo de buscas durante esta quinta-feira. Os agentes foram vistos a sair com vários materiais em sacos e caixas, incluindo um computador e vários documentos. 
 




«Encontrámos algo que será levado para testes. Neste momento não podemos dizer o que é mas pode ser uma pista muito importante para explicar o que aconteceu», afirmou Markus Niesczery.


A polícia recusou, no entanto, revelar a natureza da prova, não confirmando quese trata de uma nota de suicídio.

«Esperamos que traga algumas explicações.»