A violência na cidade do Rio de Janeiro fez mais uma vítima mortal, desta vez uma mulher portuguesa, de 49 anos, que vivia no país. Ana Lúcia Neves foi esfaqueada no tórax quando saía de um ginásio, no bairro do Recreio dos Bandeirantes. A polícia informou depois que também encontrou uma bala no local do crime.

A vítima, que tinha três filhos, era mulher do presidente do Trem do Corcovado, Sávio Neves. Segundo a imprensa brasileira, este empresário é primo do senador Aécio Neves.

O golpe de faca teve como alvo o tórax. Ainda foi encaminhada com vida para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra, mas acabou por morrer. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, não resistiu à cirurgia. 

A Divisão de Homicídios está a investigar o caso. O corpo de Ana Lúcia Neves foi encaminhado para o Instituto Médico Legal.

A imprensa brasileira também dá conta que os pais da vítima moram em Portugal, mas já terão apanhado um avião para o Rio de Janeiro.