50 dias de prisão preventiva

“O tribunal condenou Amos Yee a quatro semanas de reclusão, mas como o jovem já tinha passado 50 dias em prisão preventiva, pode sair imediatamente em liberdade”, refere a BBC, acrescentando que Amos Yee parecia visivelmente cansado e fraco à medida que caminhava para fora do tribunal hoje à tarde, “em contraste com anteriores aparições no tribunal, em que apareceu mais confiante, sorrindo e acenando para os repórteres”.

 

“Amos Yee declarou-se inocente e vai apelar da condenação e da sentença”, disse à BBC o advogado de defesa do jovem.