A primeira ministra do Senegal, Aminata Touré, deixou esta sexta-feira as suas funções, menos de uma semana após a sua derrota nas eleições autárquicas de domingo, anunciou o seu gabinete.

Aminata Touré «já não é primeira ministra, foi demitida», disse um membro da sua equipa.

Outra fonte do gabinete de Touré disse que «foi o presidente (Macky Sall) que lhe pediu que saísse».