Um quadro de Amedeo Modigliani, “Nu deitado”, considerado uma das suas principais obras, foi arrematado, na noite de segunda-feira, em Nova Iorque, por 170,4 milhões de dólares, um recorde mundial em leilões deste pintor italiano.

Este valor, equivalente a 158,5 milhões de euros, é mais do dobro do máximo anterior registado por um Modigliani, que era de 70,7 milhões de dólares.

O quadro, datado de 1917-1918, tinha sido avaliado em 100 milhões de dólares pela leiloeira Christie’s.

(Nota: foto arquivo)