A divisão de combate ao terrorismo da Polícia Metropolitana de Londres, a Scotland Yard, deteve dois homens, no oeste da cidade, por suspeitas de “preparação de atos terroristas”. Os detidos têm 19 e 20 anos e junto deles foram descobertos documentos e objetos que servem de prova para o que as autoridades já suspeitavam. 

Para além de confirmarem a detenção dos dois suspeitos, os responsáveis pela investigação não deram mais detalhes acerca do local que seria alvo do ataque.

O suspeito mais novo está sob custódia policial por preparar ataques terroristas e o mais velho é suspeito de incitar ao terrorismo, de ter feito desaparecer provas relevantes para a investigação e, também, de ter colaborado para o planeamento de um ataque coordenado pelo Estado Islâmico.

Sabe-se, também, que foram efetuadas buscas em vários domicílios no oeste e sudoeste da cidade de Londres, mas a polícia não fez quaisquer comentários sobre essa informação.

Um terceiro homem, de 19 anos, foi também detido no sudeste de Londres por suspeitas de ofensa agravada tendo por base uma religião. As informações disponíveis apontam para um caso isolado, não se tratando de terrorismo.

O nível de ameaça de ataque terrorista no Reino Unido é considerado “severo”, o que levou ao aumento significativo do contingente policial nas ruas das principais cidades.