O secretário-geral das Nações Unidas transmitiu hoje confiança na obtenção de um acordo positivo pela conferência do clima que decorre em Paris até sexta-feira.

"Apesar de ainda existirem questões pendentes, estou cada vez mais confiante ao constatar que existe um crescente impulso político e que os líderes mostraram um forte compromisso ao indicar aos negociadores que é o momento certo para atuar".


O responsável da ONU falava durante a sua visita à Finlândia no âmbito das comemorações do 60.º aniversário da entrada deste país nas Nações Unidas.

Ban Ki-moon reiterou o apelo aos países desenvolvidos a que assumam a sua responsabilidade histórica no aquecimento do planeta e proporcionem os recursos financeiros e científicos necessários para enfrentar o problema das alterações climáticas.

Representantes de 196 países estão em Paris a participar na conferência da ONU para o clima e a tentar chegar a um acordo vinculativo para a redução de gases com efeito de estufa e para o financiamento da adaptação às alterações climáticas.

O secretário-geral da ONU também pediu aos países em vias de desenvolvimento que "façam mais", dentro das suas possibilidades, para travar as alterações climáticas, que afetam todo o mundo.

"Este é um momento crítico [para que] todos os países se unam para o bem do nosso planeta e da humidade".