Um helicóptero russo, que regressava de uma missão humanitária na região de Alepo, foi abatido esta segunda-feira, alegadamente pelos rebeldes sírios no nordeste da Síria, de acordo com fontes da Defesa russa.

Segundo a agência Interfax, citada pela BBC, não é claro qual o grupo rebelde que atingiu o helicóptero. 

“Aquilo que nos foi ditto da parte do ministério da Defesa, todos os que seguiam no helicóptero morreram. Morreram de forma heroica, já que ainda tentaram desviar o aparelho de maneira a minimizar o número de vítimas no solo”, disse Dmitry Peskov, porta-voz do Kremlin.

Embora não confirme a autenticidade destas informações, a AFP acrescenta que há fotos supostamente do aparelho incendiado, bem como outras, de alegados pertences destes soldados, que estão a ser divulgados nas contas de redes sociais usadas pelos rebeldes.

A Rússia entrou na guerra síria como aliada do presidente Bashar al-Assad.

Esta notícia surge poucos dias depois de um corredor humanitário ter permitido a ajuda humanitária e a retirada de civis de Alepo.