Uma mulher dada como morta na segunda-feira em Schleswig-Holstein, no norte da Alemanha, foi encontrada na morgue do hospital ainda a respirar.

A mulher sofreu um grave acidente rodoviário e, quando descobriram que ainda estava viva, transportaram-na para a Unidade de Cuidados Intensivos.

Logo após o acidente, os serviços de emergência reencaminhados ao local realizaram um eletrocardiograma à vítima e não encontraram sinais vitais.

Tendo em conta também a gravidade das lesões encontradas, declararam a mulher com morte clínica, escreve o «El Mundo».

Porém, já na morgue do hospital de Itzehoe, um dos membros da equipa médica apercebeu-se de que a mulher ainda respirava. Transportaram-na, então, para a Unidade de Cuidados Intensivos.

O porta-voz do hospital, Arno Deister, declarou que os serviços de emergência atuaram corretamente e que «ninguém sabe o que se passou exatamente».

O acidente ocorreu na manhã de segunda-feira quando um veículo ocupado por quatro adultos e três crianças perdeu o controlo e entrou na faixa contrária, chocando com dois veículos em sentido contrário.

Do desastre rodoviário resultaram duas mortes, uma mulher de 36 anos e uma criança de seis. Outras sete pessoas ficaram com lesões graves.