A polícia alemã multou vários pais num aeroporto da Baviera por levarem de viagem os filhos antes de começaram as férias escolares. A falta às aulas sem autorização da escola é levada muito a sério no país, onde a escolaridade é obrigatória dos seis aos 16 anos.

Durante a operação que decorreu a semana passada no aeroporto de Allgäu, em Memmingen, e que antecedeu o feriado do Pentecostes, as autoridades detetaram dez crianças em situação irregular, revelou à revista Der Spiegel um porta-voz da polícia de Schwaben South-West.

De acordo com as autoridades, os pais abordados no aeroporto começam por ser “gentilmente pressionados” a fornecer o nome da escola dos filhos. A instituição de ensino foi depois contactada e, nos casos em que as crianças não foram autorizadas a faltar, a multa pode chegar aos mil euros.

“Sabemos deste fenómeno há muito tempo, e esta é uma das nossas tarefas. Se o professor insistir na presença das crianças, temos de as levar de volta”, explicou o porta-voz da polícia.

Para surpresa da polícia, alguns pais preferiram pagar a multa, calculando que sairia mais barato do que fazer a viagem uns dias depois.

As autoridades distritais responsáveis acabaram por receber dez denúncias contra pais, que têm agora duas semanas para apresentar uma razão válida para a falta não justificada dos filhos à escola.

A polícia da Baviera deixou um apelo aos pais que "não tirem os filhos da escola antes das férias sem autorização prévia" do diretor da mesma.