O êxodo dos refugiados pela Europa central continuou na quarta-feira, com a chegada à Hungria de um grupo com 10.046 pessoas procedentes da Croácia, um número recorde, que na sua maioria pretende chegar aos países do norte da Europa.

Como nos dias anteriores, os refugiados foram transportados da fronteira com a Croácia até localidades próximas da fronteira com a Áustria, onde entraram a pé.

As autoridades húngaras reconheceram que não podem registar todos os refugiados e muitos cruzam o país até à fronteira com a Áustria sem problemas, segundo o portal de notícias 444.

Desde quarta-feira e até às 04:00 locais (05:00 em Lisboa) de hoje, cerca de 8.100 pessoas entraram em solo austríaco pelos postos de fronteira de Nickelsdorf e Heiligenkreuz.

Dali, são distribuídos em diferentes regiões antes de seguirem caminho para a Alemanha, o destino preferencial da maioria dos refugiados.

Cerca de 8.400 pessoas chegaram ao longo da semana ao estado alemão da Baviera, que faz fronteira com a Áustria, informou hoje a agência de notícias APA.

O fluxo de refugiados vem do Médio Oriente, através da Turquia, Grécia e Macedónia, passando posteriormente pela Sérvia e Hungria, país que fechou as suas fronteiras na semana passada, forçando os refugiados a desviarem-se para a Croácia.