As forças de segurança alemãs procuram duas jovens de 15 e 18 anos do leste do país que estão desaparecidas desde princípios de marco, suspeitando que tinham intenção de se juntar ao grupo radical Estado Islâmico (EI) na Síria.

A suspeita baseia-se em informações dadas por próximos das jovens e na atividade das raparigas nas redes sociais, disse esta terça-feira Andreas Von Koss, porta-voz do departamento de investigação criminal do estado da Saxónia-Anhalt.

A adolescente de 15 anos é originária de Sangerhausen, na Saxónia-Anhalt, e a de 18 anos de Erfurt, na Turíngia, informou o departamento de investigação criminal deste estado federado alemão.