Um voo da Alaska Airlines, com destino a Seattle, foi obrigado a desviar a rota e a voltar para trás, esta quarta-feira, depois de um passageiro se ter trancado na casa de banho do avião e ter ficado totalmente nu. 

Segundo informações avançadas pela Associated Press, o passageiro também terá recusado cumprir com as regras estipuladas pela tripulação, facto que levou o avião a regressar ao destino de origem, Anchorage, por volta das 3:00 da madrugada.

Uma passageira disse à AP que sabia que alguma coisa de errada estaria a acontecer, uma vez que as hospedeiras de bordo caminhavam de um lado para o outro com luvas de borracha. 

O voo 146 da Alaska Airlines, com destino a Seattle, retornou a Anchorage porque um passageiro não seguiu as instruções dos comissários de bordo. Uma vez que nenhuma medida de emergência foi acionada, a decisão foi de voltar para Anchorage", disse um porta-voz da companhia aérea, Tim Thompson, num email citado pela AP. 

Tanto os seguranças do aeroporto, como o FBI, tiveram conhecimento do sucedido e aguardaram no aeroporto que o avião aterrasse. 

A polícia veio e levou o homem pela traseiras do avião”, relatou outra das passageiras.

No voo viajavam 178 passageiros e o avião descolou novamente para Seattle pouco tempo depois das 6:30 da manhã.